Corpus Christi 1/6/20

Por Heloísa Lassálvia

Celebração cristã realizada na quinta-feira após o Domingo da Santíssima Trindade, instituída em 1264 por Santo Tomás de Aquino (1225-1274), filósofo, considerado o Doutor Angelicus, e canonizado em 1323 por João XXII.

Corpus Christi é a celebração da instituição da Eucaristia, que é um dos Sete Sacramentos que vão do Batismo até a Extrema-Unção. São Paulo (que também foi Mestre Hilarion) dizia que, quando comungava da Eucaristia, sentia-se participando da formação de uma egrégora santa.

Em seu ritual, a igreja católica usa o pão e o vinho como substâncias sacramentais, assim como
se usava nos rituais egípcios e gregos, representando a transmutação de energias mal qualificadas, não só no nível individual, mas coletivo, pois afirmava-se que, quem participasse de um ritual sacramental permaneceria unido pelo mesmo ideal.

Na celebração da Eucaristia, o Cristo encontra-se presente, com o pão e o vinho representando Seu corpo, sangue, alma e divindade, ou seja simbolizando a presença do Cristo em nós.

RITUAL
1. Coloque sobre a mesa um pão e uma taça de vinho.
2. Acenda uma vela rubi e ofereça a Chama ao Mestre Jesus Sananda.
3. Faça uma oração.
4. Partilhe o pão e o vinho com seus familiares em uma das refeições do dia.

ORAÇÃO A MESTRE JESUS SANANDA
Bem Amado Mestre Jesus Sananda, que Seu Manto de Luz da Chama Rubi do Amor Devocional cubra as Presenças EU SOU de toda a humanidade.

Ao comungarmos da Eucaristia que representa o Vosso corpo, sangue, alma e divindade, unimo-nos à Vossa Presença Divina para, assim, formarmos a egrégora sagrada da Vossa Consciência Crística.
Que, através do Vosso corpo, simbolizado pelo pão, possamos purificar-nos das energias mal qualificadas e, pelo mesmo ideal, galgar caminhos permeados na Paz, no Amor e na Misericórdia, como Vós nos ensinastes.

Na comunhão com a Vossa Divindade podemos ressarcir os erros, a incompreensão, a intolerância e a ilusão criados no passado, a fim de que, no momento presente, seja apenas manifestada a Vossa Divina Vontade.

Pai, que o pão abençoado e sacramentado alimente nossos espíritos para sentirmos sempre a Vossa Presença entre nós e em nós, pois, em verdade, sempre em nós estivestes, e que a Vossa Divina Presença ilumine as nossas palavras, pensamentos e ações para nos tornarmos condutores fiéis da Vossa Sabedoria e Amor.

Mestre Jesus Sananda, que o Vosso Manto de Luz Rubi-Dourada se estenda também sobre nossos lares, abençoando nossos familiares e amigos com a Vossa Paz e a Vossa Luz.

Neste ato de Eucaristia, pedimos que a Vossa Presença de Luz esteja presente em todos os pães que alimentarão a humanidade neste dia, para que todos sejam abençoados com o espírito da comunhão pela Paz e pela Fraternidade em todo Planeta Terra.

Bem Amado Mestre, agradecemos por todas lições de Luz e por todas as graças alcançadas e Vos oferecemos o nosso Amor e a Luz de nossas Presenças EU SOU.

Que assim seja!


By Pax – Carmen Balhestero – www.pax.org.br