Feliz Makara Sankramana!

“Makara Sankramana marca o movimento do Sol partindo do sul rumo ao norte. O movimento do Sol para o norte é considerado altamente significativo, espiritual e cientificamente. O importante significado interior espiritual da jornada do Sol em direção ao norte deve ser compreendido corretamente. O norte é representado pelo Himachala (cordilheira do Himalaia). Hima significa neve, que é pura, imaculada e extremamente serena. Achala significa aquilo é estável e inabalável. Portanto, Himachala não se refere à região geográfica do Himalaia, mas representa o que é sereno, pacífico e estável.  Tudo isso dota uma pessoa com a qualidade da paz perfeita (Prasanthi). A partir de hoje, o Sol está se movendo em direção a tal situação. O Sol simboliza a visão do homem. O movimento do Sol para o norte é um chamado para os seres humanos, para que direcionem sua visão àquilo que é sereno, pacífico e imutável. A lição que você deve aprender é que deve direcionar sua visão para o interior.” (Sathya Sai Baba)

Makara Sankramana (Sânscrito: संकर संक्रांति – Festival da Colheita, celebração ao sol) ou Maghi, é um festival do calendário hindu, em referência à divindade Surya (sol). 

Ao contrário da maioria dos festivais indianos, cuja regência é lunar e, portanto, móvel, este festival é solar e fixo, sendo celebrado nesta data de 14 de janeiro, marcando o solstício de inverno (que iniciou em dezembro) e o início de noites mais longas. 

Mencionado no Mahabharata há 5 mil anos, o Makara Sankranti é recebido na Índia com decorações coloridas, crianças de casa em casa, cantando e pedindo guloseimas, feiras, danças, pipas, fogueiras e banquetes. Muitos aproveitam a data sagrada para peregrinar em direção a rios ou lagos sagrados, onde se banham e fazem sua ação de graças ao sol.

A entrada do Sol em Capricórnio tem significado físico, ético, social e moral.