Ano Novo Astrológico: agora 2019 começa para valer

Via Revista Versar

Quando o relógio apontar exatamente para as 18 horas e 59 minutos do próximo dia 20 de março, o ano de 2019 começará no astral. Nesse momento, o Sol cruzará o Equador celeste em um fenômeno astronômico e astrológico denominado Equinócio.

Para a astrologia, esse ponto no céu marca o ingresso do Sol no signo de Áries, o primeiro do zodíaco. Assim, astrologicamente, teremos o início de mais um ciclo solar que dura, em média, 365 dias.

Ainda que hoje tenhamos as diferenças de calendário – o início do ano em 1° de janeiro, como temos atualmente, se deu somente a partir de 1582, com a adoção do calendário gregoriano – o mapa do ingresso do Sol em Áries é o que norteia as previsões astrológicas anuais. No astral, teremos um momento para reforçar aqueles votos que fizemos na ocasião do Réveillon, aproveitando para revisar o que conseguimos avançar em direção aos nossos projetos desde a virada do calendário.

Mesmo que você não consiga parar exatamente no horário do Equinócio, vale meditar ou refletir sobre seus objetivos para o ano, pois agora é que teremos a regência pelo planeta Marte mostrando sua atuação de maneira mais vigorosa. Para aproveitar essa energia para promover novos começos e a abertura de caminhos, pode-se acender uma vela vermelha lambuzada com mel e azeite. Acrescenta-se a esse pequeno ritual de magia planetária um incenso aceso para simbolizar o elemento Ar, uma taça cheia para representar a Água e, por fim, alguns cristais ou moedas dedicados ao elemento Terra para trazer prosperidade. Mentalize seus desejos e reforce a sua Vontade.

Para a astróloga Virginia Gaia, a passagem do planeta Saturno pelo signo de Capricórnio e de Júpiter por Sagitário dão o tom do ano, que promete muita intensidade.

Uma ideologia para viver era o que pedia o cantor Cazuza, em sua canção lançada em 1988. Cerca de 30 anos depois, o planeta Saturno retorna ao mesmo ponto em que estava no céu naquele momento: o signo de Capricórnio.

— Com esse trânsito astrológico se repetindo, sentiremos em 2019 a repetição dessas fortes reflexões sobre embates ideológicos e a questão da representatividade na esfera pública e, especialmente, na política — afirma a astróloga Virginia Gaia.

O trânsito de Saturno em Capricórnio começou em dezembro de 2017 e durará até dezembro de 2020. Em 2019, essa influência ganha maior evidência, já que Saturno gradualmente unirá forças ao poderoso Plutão, que está em Capricórnio desde 2008. Com tendência mais conservadora, esse tipo de posicionamento no céu tende a gerar governos mais austeros, transformando a maneira como o poder é exercido. Ao mesmo tempo, a passagem do ideológico planeta Júpiter pelo idealista signo de Sagitário, onde ingressou no último mês de novembro e fica até dezembro de 2019, tende a projetar líderes carismáticos.

— Em uma era na qual todas as pessoas parecem ter opinião sobre tudo, essa combinação pode trazer ainda mais contrastes e polarização na sociedade e em sua relação com seus representantes. Por isso, as relações sociais de todos os tipos continuarão a ser testadas, já que as afinidades de opinião e crenças terão um peso cada vez maior — pontua Virginia.

Mas não somente no âmbito sociopolítico sentiremos a influência da dança desses dois astros. Com a passagem de Júpiter por Sagitário, a religião e as crenças pessoais ficam em destaque, trazendo para vida das pessoas a necessidade de acreditar em algo que as impulsione em direção a um propósito maior.

Na economia e na relação com os bens materiais, sentiremos a influência do ingresso de Urano no signo de Touro, a partir de março, o que deve trazer inovação na forma como geramos e acumulamos riqueza. Assim, experiências de compartilhamento de recursos, como o coworking e coliving, assim como novas moedas, como as criptomoedas, e outras formas de usar a tecnologia para gerar riqueza ficam em destaque.

— E temas como o consumo consciente e a reciclagem de produtos também devem ganhar ainda mais espaço na sociedade. Em suma, o estilo de vida continuará mudando a economia, e as oportunidades financeiras individuais seguirão concentradas em áreas ligadas à inovação e à tecnologia.

 Relações eclipsadas

Cinco eclipses prometem encantar o céu e promover fortes emoções em todos os tipos de relações. Logo no dia 5 de janeiro, um Eclipse Solar Parcial une Sol, Lua e Saturno no signo de Capricórnio, gerou transformação na maneira de entender as estruturas básicas da sociedade, como a família.

No dia 21 de janeiro, um Eclipse Lunar Total acontece com o Sol em Aquário e a Lua em Leão, clamou por mais espontaneidade nas relações afetivas.

No dia 7 de julho, um Eclipse Solar Total une Sol e Lua no sensível signo de Câncer, promove um astral de intensa emotividade. Ativando o planeta Saturno, que estará em movimento retrógrado no céu, esse Eclipse tende a evidenciar a estrutura emocional necessária para que cada indivíduo consiga atingir seus objetivos pessoais.

Pouco tempo depois, no dia 16, ocorre um Eclipse Lunar Parcial. Dessa vez, com o Sol em Capricórnio e a Lua se unindo a Mercúrio retrógrado em Câncer, será o momento de fazer os ajustes necessários para assegurar o bem-estar emocional para o crescimento pessoal.

— Sem dúvida, o mês de julho será um momento especial para perceber quem são as pessoas e as relações que propiciam estabilidade emocional e as que não, abrindo oportunidades de revisões e ajustes nos relacionamentos — reforça Virginia.

Por fim, para fechar 2019 com chave de ouro, um Eclipse Solar Anular acontece no dia 26 de dezembro, unindo Sol, Lua e Júpiter, todos no signo de Capricórnio. Será a hora de perceber as lideranças e as pessoas que inspiram a sociedade e que servem de exemplo para as estruturas sociais.