Momento de grande foco nas escolhas emocionais – Lua Crescente de Julho 2016

Por Claudia Lazzarotto Astróloga Kármica.

Cansou de relacionamentos complicados? A energia da próxima Lua Crescente, pode trazer definições. Com plenilúnio no dia 11/7/2016 as 21:52h horário brasileiro, esta Lua entra com energia poderosa da formação de uma Grande Cruz (segundo a astrologia antiga – a qual me dedico), além de um super Grande Trígono. Com isto temos dois dos aspectos mais poderosos da Astrologia neste momento.

A Lua entra em Libra, na casa 8, numa das pontas da Grande Cruz, oposta a Urano em Áries num movimento direto, na casa 2. O que significa grande oportunidade de nos conectarmos com registros de relacionamentos afetivos, emocionais, principalmente kármicos, que de certa forma nos “aprisionem” e impeçam nossa felicidade. Momento propício para resgate de relacionamentos ativos, ou não, nesta vida ou neste momento. Ou seja, oportunidade de limpar os registros de nosso “Sentir” (Lua) e de nos libertarmos (Urano) e retomarmos a posse de nosso coração, por assim dizer.

As outras pontas deste aspecto tem Plutão retrógrado em Capricórnio e oposto ao Sol em Câncer, conjunto a Vênus e Mercúrio, trazendo a todo este movimento a energia de renascimento, de força interior aliada ao amor próprio e ao nosso funcionamento mental. Equilibrando a relação Razão e Emoção.

Nada disto precisa significar rupturas e finais difíceis, mas, sempre deverá significar libertação, ou através da desmagnetização ou pelo entendimento e perdão, ou seja, pode representar também um renascimento saudável em casos de amores verdadeiros. Tudo dependerá sempre do livre arbítrio e do momento evolutivo dos envolvidos.

Porém o mais importante é a oportunidade consciente de escolha que agora é permitida. Podemos seguir em frente e livres de todo peso, se nossa opção for anímica e verdadeira.

Para isto temos ainda o precioso alinhamento dos Nódulos Lunares, no eixo de Virgem e Peixes, (Cura e alinhamento com espirito) em conjunção a Júpiter (justiça Divina), no grau exato das casas 1 e 7, ou seja, o Eu e o Outro, trazendo a possibilidade de realinhamento com nosso Plano Divino afetivo emocional complementar.

Estamos no Mês de Sol Câncer, momento de grande foco em tudo que sentimos, e sentimento é o grande guia da Lei da Vida de Ação e Reação, nunca se esqueçam disto, antes de Agir e reagir sentimos, sempre sentimos algo.

Sem contar com o Grande Trígono envolvendo numa das pontas Marte, já em movimento direto em Escorpião, nos fortalecendo e liberando uma energia intensa de renascimento e ação, que precisa é claro ser bem aplicada. Na outra ponta temos Quíron propiciando a conexão com nossa essência e atuando na cura de nosso EU, principalmente porque este grande Trígono se fecha no Sol em Câncer, curando efetivamente as feridas em nosso Eu profundo, e por estar na casa cinco nos trazendo uma dose extra de Amor Próprio.

É ai que precisamos ficar espertos, pois, se canalizarmos a energia deste Sol de casa 5, oposto a Plutão retrógrado, para o Ego e aplicarmos a força de Marte em Escorpião neste sentido, vamos virar um fera enlouquecida e perdida que colocará limites com muita radicalidade, pensando estar sendo justo acima de tudo consigo mesmo, e na verdade, causando o caos.

Devemos então engolir esta energia e nos transformarmos em um bicho preso, engasgado e oprimido? Claro que não.

Precisamos, mais uma vez, sermos verdadeiros com nossa essência, e a partir de escolhas conscientes conduzir esta situação com sabedoria e muito, muito respeito, por si e pelo outro.

Respeito é uma grande forma de amar e ser amado!!!