Preparação de 30 dias para Rosh Hashaná – ano 2016

Rosh Hashaná, comemorado no primeiro e segundo dias do mês hebraico de Tishrei (Libra) é diferente de todas as outras festividades judaicas.

Todas as demais marcam uma experiência significativa na história de Israel, enquanto que Rosh Hashaná celebra um evento universal: a criação do primeiro homem e da primeira mulher.
Rosh Hashaná não é, portanto, apenas uma data sagrada para o judaísmo, mas uma celebração universal, que enfatiza a necessidade de que cada ser humano tenha plena consciência de sua missão nesta vida.
Em 2016 Rosh Hashaná terá inicio ao entardecer do dia 02 de outubro.

Até lá contamos 30 dias, para os quais devemos bem nos preparar.

A seguir sugestão de calendário de preparação.
Shalom,
Jane Ribeiro

03 de setembro – Medite durante 10 minutos ao acordar e antes de deitar.
Visualize um brilho de Luz envolvendo-o (a) e ultrapassando a sua barreira do ego, permitindo assim à sua alma brilhar.

04 de setembro – Demonstre gratidão a três pessoas na sua vida. Encontre o maior número possível de maneiras para fazê-lo.

05 de setembro – Passe dez minutos durante a manhã imaginando a melhor versão de si (espiritual e fisicamente) e sinta quão maravilhoso será ser sempre assim.

06 de setembro – Trabalhe a libertação de tensões no interior. Acorde cedo para uma caminhada ao ar livre.
Leve consigo o livro “Os 72 Nomes de Deus, encontre um espaço calmo para descansar durante a sua caminhada, e escolha arbitrariamente três nomes”.
Medite neles.

07 de setembro – Surpreenda um amigo ou um familiar com algo que sabe ser o que mais gosta.

08 de setembro – Tome nota de uma melhora em alguém próximo de si, e “paparique” exageradamente essa pessoa por isso.

09 de setembro – Telefone a um (a) bom (a) amigo (a) e pergunte-lhe o que acha que você pode melhorar em si.

10 de setembro – Pense em numa pessoa do seu passado que você magoou e peça perdão a essa pessoa.
Se a pessoa já não estiver contatável devido à distância ou falecimento, medite para obter o seu perdão.

11 de setembro – Ultrapasse a sua zona de conforto sendo muito paciente e amável com cada pessoa que encontra.

12 de setembro – Faça uma lista de todas as suas características positivas.
Não tema apreciar-se a si e a singularidade que constitui.

13 de setembro – Não responda a críticas hoje; aponte apenas sossegadamente os comentários, independentemente daquilo que lhe disserem.

14 de setembro – Pratique uma audição compassiva.
Resista interromper com aquilo que pensa.
Mantenha apenas contacto visual e esteja lá para o falante.

15 de setembro – Sabe que existem por aí pessoas com quem você não se dá tão bem.
Mas sabe também que, independentemente de quem for à culpa, cada bloqueio que tiver com outro ser humano é um bloqueio entre você e a Luz?
Tão diplomaticamente quanto possível, aborde algumas dessas pessoas e informe-as de que, se de algum modo às feriu ou ofendeu, lamenta-o sinceramente (quer elas aceitem ou não é irrelevante, uma vez que é a sua disposição de humilhar-se que revela a Luz para você e para elas).

16 de setembro – Reflita no tópico da inveja, e descubra dentro de si se está na sua natureza.
Imagine-se a remover a sua raiz de dentro de si.

17 de setembro – A sensibilidade é o lema de hoje.
Observe de perto as pessoas à sua volta – para lá da superfície. Pergunte-se: “O que estão realmente a sentir”?

18 de setembro – Hoje medite na purificação do passado (e, por isso, na mudança do futuro).
Na sua meditação, deve começar por imaginar um incidente específico do passado e tornar esse incidente numa bênção.

19 de setembro – Realize um ato de compartilhar sem que se saiba que é você quem está a realizá-lo.

20 de setembro – Hoje arranje tempo para visitar a natureza. Pense na vida e no seu espírito, bem como no que deseja realizar através da sua passagem por aqui.

21 de setembro – Pratique o grito mudo.
Reúna toda a sua raiva, frustração e ansiedade e grite a plenos pulmões.
O único senão é não produzir som algum.
Repita quantas vezes forem necessárias para remover todos os sentimentos e impulsos acumulados.

22 de setembro – Escolha um acontecimento estressante que experimenta regularmente.
Pense em quão estressante é e em quais são os seus pensamentos exatos acerca deste acontecimento.
Agora coloque este cenário sob uma luz mais positiva, decidindo exatamente como pode usá-lo para melhorar a sua vida.

23 de setembro – A regressão é um mecanismo de defesa que previne impulsos inaceitáveis de atingir a consciência.
Procure no seu interior e veja se recorda alguns acontecimentos emocionalmente fortes do seu passado que teme confrontar.

24 de setembro – Pare de se castigar.
Livre-se de toda a autoflagelação perguntando: “consigo parar de querer me castigar?”.
Continue a perguntar até que a resposta seja afirmativa.

25 de setembro – Anote numa folha de papel tudo o que deseja mudar em si, todas as características negativas de que está consciente existirem em si.

26 de setembro – Reveja a lista de ontem e encontre uma maneira de usar todas estas características negativas para a Luz.

27 de setembro – Faça uma lista de todas as características negativas que vê naqueles mais próximos de si.

28 de setembro – Reveja a lista de ontem e encontre uma maneira de remover estas características de si mesmo.
Recorde o que os cabalistas ensinam: quando vemos uma característica negativa noutra pessoa vemos um reflexo de nós mesmos.

29 de setembro – Medite para ajudar um (a) amigo (a).
Imagine-os numa luz brilhante, e envie energia curativa do seu coração para o deles.
Estenda a sua meditação para enviar cura ao mundo inteiro.

30 de setembro – Medite no Ana Bekoach.
Antes de recitar cada linha, inspire profundamente através do nariz.
Retenha o ar o mais possível.
Ao suspirar, repita a linha apropriada.
Após meditar, comprometa-se a ser sempre verdadeiro para com os outros – e para consigo mesmo.

01 de outubro – Pense em alguém que sabe que magoou, quer com as suas palavras, quer com as suas ações.
Sinta a dor que causou.
Nota: sinta que a dor não significa julgar-se a si mesmo. Significa sentir.
Isto não tem a ver com culpa e arrependimento – tem a ver com perdão, tem a ver com seguir em frente com um estado limpo.

02 de outubro – Comece o seu dia pensando em alguém que não consegue perdoar, e envie amor para essa pessoa durante todo o dia.
Medite novamente nessa pessoa à noite e liberte quaisquer emoções negativas que continuem presas.
Pergunte-se insistentemente: “consigo libertar esta raiva, este medo, etc.? Se sim, quando?”.

Produção: Kabbalah Group
Fonte: Kabbalah Centre International / 12 Stratford Place / London – England.
© Permitida a reprodução em qualquer mídia, desde que citada à fonte e mantidos integralmente todos os demais créditos.